Entretenimento

  • Home
  • Entretenimento
  • “Cadê a felicidade que deveria estar aqui?” ensina...

    O livro “Cadê a felicidade que deveria estar aqui?” mostra como a gratidão pode conduzir a felicidade. Em tempos de consumismo desenfreado estimulado por influenciadores digitais e demais estímulos que...


      Por meio da história de Gabi, o livro da Sinopsys editora utiliza a Psicologia Positiva para apresentar como a gratidão deve ser cultivada diariamente, para que se alcance a felicidade genuína. A obra é indicada para crianças a partir de 4 anos e apresenta tópicos como: insatisfação crônica, aprender a brincar, cultivar amizades, brincar com a imaginação, praticar gratidão e encontrar a felicidade.   Autora: Miriam Rodrigues É psicóloga, especialista em Psicologia Clínica e Medicina Comportamental pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). É idealizadora da Educação Emocional Positiva, programa psicoeducacional de competências socioemocionais e... .saiba mais...

  • “Bom dia, flor do dia! Entendendo o sentido...

    Obra ensina a como se colocar no lugar do outro, desenvolvendo nosso olhar afetivo e compreensivo


    O livro “Bom dia, flor do dia! Entendendo o sentido da empatia” traz uma reflexão sobre a empatia. Durante a leitura, propõe-se refletir sobre essa capacidade de se colocar no lugar das outras pessoas, conhecendo e compreendendo o outro.   A obra da Sinopsys editora faz essa reflexão por meio da narrativa de dois personagens que ultrapassam as barreiras de distância e das diferenças, mantendo-se conectados em uma relação de troca e respeito diário. Dessa forma, é possível exercitar ou desenvolver esse olhar afetivo sobre as necessidades do outro.     Autora Vanina Cartaxo: Psicóloga clínica... .saiba mais...

  • “É possível viver da arte através da criação...

    Artista fala ao Jornal Gazeta do Estado, sobre a arte do graffiti, comenta o seu processo criativo e discute representatividade.


    Ronaldo Marinho – Especial para o Jornal Gazeta do Estado O graffiti é um dos elementos pertencentes à cultura Hip Hop, assim, como a dança (breakdance), o dj (disc jockey) e a música. Originou-se entre as comunidades afro-americanas do subúrbio de Nova York, no final da década de 1960. Os desenhos, letras, paisagens e cenários grafitados, consolidam reações às desigualdades sociais, violências, e faz menção às diversidades. Nascido em 1997, o goiano Douglas Nosm é produtor de conteúdo artístico. Em suas obras, o profissional aborda a inclusão, o protesto e a distribuição... .saiba mais...

  • Música para acalentar o coração em época de...

    Em tempos de quarentena o cantor, compositor e escritor goiano Pedro Scalon fez uma reflexão da humanidade e resolveu lançar o projeto “Eu, Tu e O Mundo”


    Cantor, compositor e escritor Pedro Scalon Diante do isolamento social para conter a pandemia do novo coronavírus, o cantor, compositor e escritor goiano Pedro Scalon passou a refletir sobre o comportamento das pessoas e analisar a atitude de nós humanos na quarentena. Mediante a uma anamnese o artista chegou a conclusão de que precisava fazer algo para expressar seus sentimentos, idéias e desabafos. Pedro desenvolveu e colocou em prática o projeto “Eu, Tu e O Mundo”, o qual disponibilizará videoclipes no YouTube, que serão replicados em suas redes sociais. Nesse projeto Pedro... .saiba mais...

  • 6 Mitos e Verdades do Transplante Capilar

    De acordo com o último levantamento da SBC (Sociedade Brasileira do Cabelo) divulgado no cerca de 42 milhões de brasileiros são reféns da calvície. Dentro da mesma pesquisa, um número...


    A calvície atinge homens e mulheres das mais variadas idades. O processo da perda de cabelo é progressivo, podendo durar anos. Na busca por reverter essa situação, muitos recorrem a soluções desesperadas como raspar o cabelo ou usar máscaras com ingredientes naturais, no entanto, os resultados nunca são satisfatórios. Mesmo sendo bastante realizado atualmente, o transplante capilar ainda é cercado por algumas dúvidas e informações desencontradas. Será que é tudo verdade? Deixa cicatriz? O procedimento é dolorido?   O especialista em transplantes  capilares, Doutor  Thiago Bianco explica todos os mitos e verdades sobre o procedimento:   O transplante capilar é doloroso?  Mito. Ao contrário do que muitos afirmam, o transplante é um procedimento indolor, praticado sob sedação... .saiba mais...

  • MC Koringa diz que a vida dele já...

    A quarentena imposta como medida de prevenção ao aumento de casos de infecção com o novo coronavírus caiu como uma bomba na indústria do entretenimento, adiando shows e eventos por...


    koringa em casa com a familia   O cantor e compositor MC Koringa revela que também foi afetado com as mudanças trazidas pelo surto de coronavírus, mas que acabou por descobrir que sua rotina não foi tão alterada assim: “Com tudo isto que está acontecendo eu descobri que, na verdade, a minha vida normal já e como uma quarentena (risos). Digo isso porque quando eu nao estou fazendo shows eu estou em casa, seja compondo, produzindo ou em estúdio, que fica dentro da minha casa. Agora pra tentar driblar o isolamento social... .saiba mais...

  • João Saci, atleta que venceu 5 vezes o...

    O atleta paralímpico, escritor e palestrante João Saci venceu o câncer por cinco vezes e aponta valiosos conselhos para superar a crise do coronavírus


    Reprodução / MF Press Global   A pandemia do coronavírus está trazendo medo, desalento e frustrando expectativas de crescimento econômico em todo o mundo. Com o número de infectados a nível global passando das centenas de milhares e as projeções da OMS de milhões de pessoas contraindo o vírus nos próximos meses, muitos procuram maneiras de se manterem otimistas, não se desesperar e continuar com a vida mesmo em meio a quarentena e as mudanças. O atleta paralímpico e palestrante João Carlos, conhecido como João Saci nas redes sociais, é um exemplo... .saiba mais...

  • Rádio Brasil Central AM: 70 anos de um...

    A emissora recebe cartas e postais de pessoas de todas as partes do Brasil e de outros países


    A moradora de Goiânia, Agostinha Tavares, de 85 anos, também possui uma longa história de amor com a Rádio Brasil Central. “Eu amo a rádio, porque para mim não tem outra igual”, conta.   A Rádio Brasil Central AM completou 70 anos no ar no último 3 de março sempre em contato direto com seus ouvintes. Por isso, se tornou uma das mais importantes emissoras do Centro-Oeste. Ao longo de sua história, recebeu centenas de cartas de ouvintes de todos os quadrantes do País e de outros países. Infelizmente, a maior parte desse... .saiba mais...