Plantão Policial

  • Home
  • Plantão Policial
  • Policiais do DF no combate à violência virtual

    Deflagrada no início de setembro deste ano, a 5ª fase da Operação Luz na Infância, ação coordenada pela Ministério da Justiça que busca identificar os responsáveis e assegurar proteção às...


    Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília Não existe uma lei específica sobre os crimes cibernéticos ou pedofilia na internet. Além do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), a DPCA se ampara na Lei nº 12.015/09 do Código Penal. No artigo 213, é definido como crime de estupro o constrangimento de alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se tenha outro ato libidinoso. Como a vítima tem menos de 18 anos, a pena de reclusão é de 8 a 12... .saiba mais...

  • Governo do Estado reduz em 94% número de...

    Percentual é referente ao número de presos que fugiram entre os anos de 2017 e 2018


    Foto: Governo do Tocantins   Integração entre as Forças de Segurança do Estado, capacitação permanente para os Agentes e Analistas em Execução Penal, investimentos em equipamentos de segurança e melhorias nas unidades prisionais, essas foram algumas das medidas adotadas pela Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio do Sistema Penitenciário e Prisional do Tocantins (Sispen/TO), para fortalecer a segurança, manter a ordem e disciplina, e assegurar o controle do Estado na manutenção das 39 unidades prisionais do Tocantins. Como resultado dessas iniciativas, houve uma redução expressiva de 94% do... .saiba mais...

  • Polícia Civil realiza busca e apreensão em residências...

    Realizada mais uma fase da Operação Catarse que visa apurar eventuais ilegalidades na contratação e lotação de servidores públicos


    Foto: SSP/Governo do Tocantins A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por meio da Diretoria de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco) e da Divisão Especializada de Repressão à Corrupção (Decor), deflagrou, na terça-feira, 24, mais uma fase da Operação Catarse na cidade de Araguaína, no Norte do Estado. Durante a ação, foram cumpridos mandados de busca e apreensão de documentos, computadores e demais dispositivos eletrônicos nas residências de cinco ex-servidores temporários da extinta Secretaria Geral de Governo do Estado do Tocantins.  A suspeita da Polícia Civil é a de que... .saiba mais...

  • Operação “Bazófia” prende uma pessoa por tráfico na...

    Operação conjunta entre polícias Civil e Militar resultou na prisão de uma pessoa e apreensão de 30 quilos de maconha e dois quilos de cocaína


    Foto: Dennis Tavares/Governo do Tocantins Um homem suspeito de receber e coordenar a distribuição de drogas na Capital e municípios vizinhos foi preso na manhã de segunda-feira, 23. A prisão foi resultado de uma operação conjunta da Divisão de Repressão a Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil (PC) do Tocantins, e do grupo integrado de Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), da Polícia Militar (PM). Com o homem foram encontrados 30 quilos de maconha, avaliada em R$ 1,5 mil cada quilo, e dois quilos de cocaína de alta pureza, avaliada em R$ 60... .saiba mais...

  • Preso em Trindade suspeito de quase 30 homicídios...

    Elison tinha seis mandados de prisão aguardando cumprimento e era considerado um dos criminosos mais procurados do nordeste do Brasil, onde lhe são atribuídos 26 homicídios.


    Equipes da 1ª Delegacia Distrital de Trindade, com apoio operacional do Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil (GT3), prenderam, na manhã desta quarta-feira (31), no Setor Renata Park, em Trindade, Elison Vidal Pinheiro, popularmente conhecido como “Nequinho da Burra”, de 22 anos e uma extensa ficha criminal. Natural de Fortaleza-CE e integrante de uma facção criminosa, Elison tinha seis mandados de prisão aguardando cumprimento e era considerado um dos criminosos mais procurados do nordeste do Brasil, onde lhe são atribuídos 26 homicídios. Uma vez foragido do Ceará, o investigado buscou... .saiba mais...

  • Polícia Civil conclui primeiro inquérito da Operação "ONGs...

    Nessa fase da operação, foram indiciadas três pessoas


    Foto: SSP/Governo do Tocantins A Polícia Civil do Tocantins concluiu na sexta-feira passada, 12, o primeiro Inquérito Policial referente à operação ONGs de Papel, que investiga suposto desvio de recursos de emendas parlamentares em convênios com instituições sem fins lucrativos. Nessa fase da operação, foram indiciadas três pessoas, as quais integravam o núcleo do esquema criminoso e agiam como operadores, sendo-lhes imputados os crimes de peculato, associação criminosa e lavagem de dinheiro. No sábado, 13, o Poder Judiciário ainda converteu em preventiva a prisão de um dos alvos da operação. Ele... .saiba mais...

  • Polícia Civil deflagra Operação “Place de Grève” na...

    A Polícia Civil do Tocantins deflagrou na manhã de quinta-feira, 11, em Paraíso do Tocantins, a 60 km de Palmas, a Operação Place de Grève. A ação foi realizada pela...


    Foto: Dennis Tavares/Governo do Tocantins A Polícia Civil do Tocantins deflagrou na manhã de quinta-feira, 11, em Paraíso do Tocantins, a 60 km de Palmas, a Operação Place de Grève. A ação foi realizada pela unidade especializada em investigações criminais do município em parceria com a unidade circunscricional de Divinópolis, na região sudoeste do Estado. O objetivo da Operação, que ganhou este nome em alusão ao espaço público francês onde foi utilizada a guilhotina, pela primeira vez, durante a Revolução Francesa, é o combate ao crime organizado e a prisão de suspeitos... .saiba mais...

  • Polícia Civil realiza operação ONGs de Papel em...

    A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Crimes de Maior Potencial contra a Administração Pública (Dracma) deflagrou na manhã de segunda-feira, 1º de julho, a operação “ONGs...


    Foto: Governo do Tocantins A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Crimes de Maior Potencial contra a Administração Pública (Dracma) deflagrou na manhã de segunda-feira, 1º de julho, a operação “ONGs de Papel”, que investiga desvio de recursos públicos estaduais. Até o momento, foram cumpridos quatro mandados de prisão temporária e 13 mandados de busca e apreensão em endereços de empresas privadas, residências de investigados e órgãos públicos em três Comarcas do Estado. Os suspeitos estão sendo investigados pelos supostos crimes de peculato-desvio, lavagem de dinheiro, fraude a licitações e... .saiba mais...

Política

Cabral é condenado a mais 33 anos...

Política

Com foco na busca de investimentos para...

Política

Frente Parlamentar em Defesa dos CACs